Ouvindo a Pré-História

 
Quanto do passado da vida na Terra os estudos científicos podem revelar? 

Por mais estranho que possa parecer hoje pode-se revelar muita coisa, até mesmo sobre o comportamento de alguns organismos extintos., mesmo que seja através do seu fone de ouvido.


Em 1920 uma escavação paleontológica no Canadá revelou uma ossada de um dinossauro batizado de Parasaurolophus (fig.1)  pertencente a família dos Hadrosaurideos .

A família Hadrosauridae constitui cerca de 45 gêneros de dinossauros herbívoros com um bico parecido com o dos patos e distribuídos em diversas partes do planeta durante o período Cretáceo. Entre eles estão também alguns dos mais bem preservados dinossauros já descobertos incluindo escamas, músculos e até mesmo órgãos fossilizados.

Fig.1: Reconstrução em 3d do gênero Parasaurolophus.
Isso pode ser impressionante, mas não chega nem perto do que um grupo de paleontólogos conseguiu fazer através de um crânio de  Parasaurolophus.

Os pesquisadores do Sandia National Laboratories e o  New Mexico museum of Natural History and Sciences conseguiram recriar o que pode ser o som emitido por estes animais em vida.
Através de uma tomografia computadorizada do crânio de um Parasaurolophus tubicen foi possível decifrar a parte interna da crista deste dinossauro com uma riqueza de detalhes crucial para a reconstrução deste possível “instrumento musical” de 75 milhões de anos (fig.2).

A crista do gênero Parasaurolophus é motivo de discussão desde sua descoberta, uma  estruturas para se respirar dentro da água (como um snorkel), termo regulação ou apenas um atrativo sexual foram algumas das hipóteses para sua função. Porém a mais aceita e que pode ser testada com sucesso foi de que ela era um amplificador de som.
Fig.2: Reconstrução feita partir de uma tomografia computadorizada do fóssil de uma crista de P. tubicen.
Depois da reconstrução desta crista os dados foram enviados  para outro software de computador que simulou a passagem de ar através dessas cavidades  em conjunto com tecidos moles do aparato vocal também inferidos pelos pesquisadores.

O resultado da pesquisa  é um som de baixa frequência que nos  remete a uma época no tempo em que nem mesmo primatas existiam na Terra, uma janela para o passado que se abre para que possamos entender e matar a curiosidade sobre o comportamento dessas espetaculares criaturas.
É possível que este intrincado amplificador tenha evoluído e acabado por ser utilizado para a comunicação entre os animais que pelo que se sabe moviam-se em grandes manadas, assim como para cortejar fêmeas da mesma espécie.

Obviamente que como qualquer estudo na ciência a pesquisa sempre estará em aberto para que possamos nos aprofundar ainda mais nesse aparato anatômico dos Parasaurolophus e montar mais algumas peças do quebra cabeça que é a vida em nosso planeta.

Para ouvir o som visite a parte dedicada a essa pesquisa  no site do  New Mexico museum of Natural History and Sciences clicando aqui e baixe o pequeno arquivo em formato WAV.

4 comentários:

Eduardo Real 9 de setembro de 2009 17:03  

O texto ficou muito bom! Meus parabéns! O Ravick me mostrou o blog e eu o adicionei a lista de sites do meu blog - evolucaobiologia.blogspot.com

Abraço

Renan Sparrow 13 de setembro de 2009 00:29  

A legal!
Gosto desse blog pq entendo as coisas, não é aquela coisa cheia de palavras complexas!
Gostei :)
Têm algo parecido num dos filmes do Jurassic Park, que ele têm um apito que faz som de um dos dinossauros lá!

www.renansparrow.blogspot.com

Pablo Moreno 13 de setembro de 2009 20:35  

Renan fico feliz pelo que você disse o objetivo principal do blog é exatamente este, fazer com que pessoas não ligadas a área aproveitem e entendam as informações passadas.

Sobre o Jurassic Park eles provavelmente se basearam neste estudo.
Claro que de forma mais fantasiosa já que a simulação de som é uma coisa bem complexa e não envolve apenas ossos como apresentado no filme.

Pablo Moreno 13 de setembro de 2009 20:36  

Eduardo obrigado pela visita assim como por adicionar o Down House na lista de seu blog!
Seja sempre bem vindo!

Seja Bem Vindo!

O Down House tem como objetivo elucidar temas sobre História Natural, de maneira que mesmo alguém que nunca teve contato profundo com a área possa apreciar e entender melhor o mundo natural do qual todos nós fazemos parte.